quinta-feira, 22 de julho de 2010

Emma Lazarus

"Dai-me os seus fatigados, os seus pobres,
As suas massas encurraladas ansiosas por respirar liberdade,
O miserável refugo das sua...s costas apinhadas.
Mandai-me os sem abrigo, os arremessados pelas tempestades,
Pois eu ergo o meu farol junto ao portal dourado."

Emma Lazarus (1847-1889), poeta norte-americana, que, vivendo em um mundo ainda tolerante, deixou entalhado no pedestal da Estátua da Liberdade, em Nova York, estes versos.

Um comentário:

  1. Tio Lau, seu blog tá uma festa. Parabéns.
    Geraldo Hasse

    ResponderExcluir